EN

Prémio DSCH – Schostakovich Ensemble 2019 atribuído ao compositor Luís Tinoco

Prémio DSCH – Schostakovich Ensemble 2019 atribuído ao compositor Luís Tinoco

 

Luís Tinoco é o vencedor do Prémio de Composição DSCH – Schostakovich Ensemble, na sua primeira edição, em 2019. Reconhecido nacional e internacionalmente como um dos compositores portugueses mais relevantes da atualidade, Luís Tinoco (n. 1969, Lisboa) tem a sua música publicada pela University of York Music Press e disponível em CDs comerciais editados pelas etiquetas Odradek, Naxos e Lorelt, entre outras. Formou-se na Escola Superior de Música de Lisboa e, mais tarde, completou um Mestrado na Royal Academy of Music e um Doutoramento na University of York, no Reino Unido. Desde 2000, colabora com a Antena 2 / RTP como autor de programas radiofónicos sobre a música dos séculos XX / XXI. Para a mesma rádio, é responsável pela direcção artística do Prémio e Festival Jovens Músicos. Dedica-se ao ensino leccionando na Escola Superior de Música de Lisboa. Em 2016 obteve o título de “Associate of the Royal Academy of Music” (ARAM) e, nas temporadas de 2017 e 2018, foi Artista Associado da Casa da Música e Compositor Residente no Teatro Nacional de S. Carlos, respectivamente. Como compositor, o seu catálogo inclui obras para música de câmara, orquestra e cena.

O Prémio de Composição DSCH – Schostakovich Ensemble 2019 foi entregue a Luís Tinoco no próximo concerto do DSCH – Schostakovich Ensemble no Centro Cultural de Belém, no dia 28 de novembro de 2019. 

O concerto é intitulado “Crossings: Clássica, Folk & Jazz” e foi dedicado aos cruzamentos entre a música clássica e outros tipos de música, como a música popular e o jazz. Incluiu obras de Stravinsky, Gershwin, Bartók e Poulenc, mas o grande o destaque foi para a estreia mundial da nova obra de Luís Tinoco, dedicada ao DSCH – Schostakovich Ensemble, intitulada “Aleppo” em que, nas palavras do próprio compositor, procurou “escrever uma peça que cruzasse fontes musicais diversas, com especial destaque para as músicas do Médio Oriente e que fosse um tributo àqueles que diariamente atravessam o Mar Mediterrâneo, fugindo a conflitos e às mais diversas adversidades que bem conhecemos. Dessa travessia, julgo ser impossível imaginar a angústia e incerteza que invade as vidas daqueles que partem sem conhecer o seu destino. Os relatos, imagens e testemunhos que nos chegam através da imprensa, não são suficientes para percebermos a dimensão desse sofrimento. Como exercício meramente especulativo, imagino que a música possa ser um refúgio, uma companhia, uma memória. Na pressa da fuga, suspeito que essa memória seja a bagagem mais preciosa que transportam e que, cercados pelo silêncio de uma travessia nocturna, alguém procure conforto relembrando melodias da terra que deixaram para trás.”.

O Prémio de Composição DSCH – Schostakovich Ensemble tem como objetivo reconhecer, incentivar e divulgar a criação musical erudita contemporânea portuguesa. Destina-se a galardoar bienalmente a obra e a trajetória de mérito de um compositor português de referência. O Prémio tem o apoio da Direção Geral das Artes e é atribuído pelo DSCH – Schostakovich Ensemble, agrupamento português sediado em Lisboa desde a sua fundação em 2006, pelo pianista e diretor artístico Filipe Pinto-Ribeiro. O DSCH conta com a colaboração de músicos de excelência mundial é considerado um dos ensembles musicais de topo do panorama internacional. Lançou em 2008 o seu primeiro álbum, com a 1.ª gravação mundial da integral da obra de música de câmara para piano e cordas de Dmitri Schostakovich, por Filipe Pinto-Ribeiro, Corey Cerovsek, Cerys Jones, Isabel Charisius e Adrian Brendel. O duplo álbum, com a chancela da editora francesa Paraty e a distribuição da Harmonia Mundi PIAS, tem vindo a receber as mais elevadas distinções da crítica especializada - 5 Diapasons, Opus D’Or, máximas classificações da revista alemã Das Orchester, da revista holandesa Luister, da revista belga Crescendo e da Kulturradio Radio Berlin-Brandenburg, Álbum do ano 2018 Classique News - e excelentes críticas de orgãos de comunicação de referência, como as revistas Gramophone e Scherzo, o jornal Guardian, entre outros.

Informação sobre o concerto de atribuição do Prémio de Composição DSCH – Schostakovich Ensemble no site do CCB: https://www.ccb.pt/Default/pt/Programacao/Musica?a=1824

Notícia RTP sobre Prémio de Composição DSCH – Schostakovich Ensemble: Prémio de Composição DSCH – Schostakovich Ensemble: https://www.rtp.pt/noticias/cultura/compositor-luis-tinoco-distinguido-com-premio-dsch-schostakovich-ensemble_n1185815

Partilhar nas redes sociais